Boletim Eletrônico

Caras(os) amigas(os),

O Grupo Mulher Brasileira denuncia como criminosa, perigosa e desumana a decisão do Procurador Geral Jeff Sessions de negar proteções da lei de asilo para vítimas de violência doméstica, cuja maioria são mulheres fugindo da violência doméstica e da violência sexual na América Central. O despacho do Procurador Sessions contraria políticas internacionais estabelecidas pela Convenção dos Estados Unidos para Refugiados.

O impacto de tal despacho é devastador não somente para as vítimas mas também para as mulheres que atualmetne sofrem em silêncio por medo de exporem seus abusadores. Pior ainda é que os abusadores vão se sentir apoiados e encorajados por esta vil decisão do Procurador Geral.

O Grupo Mulher Brasileira se coloca ao lado de todas as vítimas de violência de gênero. brasileiras e quaisquer outras vítimas, e reafirma seu compromisso com a dignidade de todos os seres humanos. O Grupo Mulher Brasileira confia que esta decisão injusta e cruel será apelada em Corte e o direito garantido em lei irá prevalecer.

Faça uma doação